Boa noite, seja bem vindo(a) Visitante | faça o seu Login ou Cadastre-se Grátis
O Portal Consultores é focado no apoio técnico e metodológico, treinamento, interatividade, informações, ferramentas e serviços para profissionais independentes, consultores, coaches e palestrantes, constituindo desde 1990, a maior comunidade mundial destes profissionais em países de idioma português, com 65.119 participantes neste momento.
Especialidade para pesquisa
no Portal
Faça parte da comunidade
Consultores
     
 
Artigo
 
Como conviver com a pressão e a falta de estímulo?
03/09/2013 - por Gilberto Guimarães

Trabalho há três anos em uma companhia brasileira que é uma das líderes do seu setor. Gosto do que faço e me orgulho em dizer para minha família e amigos que faço parte dessa empresa. Porém, sinto que a organização se aproveita do fato de ter um nome forte, e atuar em um mercado limitado, para "tratar mal" seus colaboradores. Há excesso de mão de obra disponível, o que faz com que os gestores quase sempre assumam uma postura arrogante. Eles não reconhecem o bom desempenho e não fazem o menor esforço para engajar ou reter talentos. Tenho conhecidos na concorrência, que relatam o mesmo cenário. O que devo fazer?

Coordenador, 28 anos

Resposta:

O maior problema das empresas atualmente é como fazer com que pessoas inteligentes e capazes continuem contribuindo com o máximo dos seus esforços. Bons profissionais só permanecem nas empresas quando estão satisfeitos e motivados.

As mudanças que ocorreram no mundo promoveram uma forte reestruturação na economia. As empresas que surgiram depois disso são mais simples, flexíveis e com uma nova lógica de atuação e de relações de trabalho. A nova estrutura organizacional precisa incorporar flexibilidade e especialização. Não se consegue mais impor a antiga forma de gestão por pressão, números, valores, prazos e estruturas hierárquicas.

A velocidade das inovações obrigou as empresas a se reinventarem. Na nova gestão de pessoas existe o desenvolvimento de um forte sentimento de pertencer ao grupo. As pessoas se sentem importantes, identificadas e participantes das decisões. Elas se sentem informadas, sabem o que fazem, por que fazem e, sobretudo, que resultados são esperados delas e do grupo. Finalmente, o fator mais importante é o reconhecimento e a recompensa, que responde às mais importantes necessidades humanas.

Sua empresa precisa mudar. A estrutura de gestão está inadequada. No entanto, o que você descreve é mais comum do que deveria. É essencialmente uma característica de cultura organizacional, formada por normas de comportamento e valores compartilhados. Toda pessoa que se junta a uma organização e pensa diferente, aos poucos, mesmo sem perceber, vai se modificando para ser aceito. A inércia mantém a cultura imutável pelo grupo ao longo dos anos.

As empresas se mantém rígidas devido a esse sistema composto por modelos mentais e estruturais. Implementar mudanças não é fácil nem rápido. Para isso, as pessoas, especialmente aquelas em cargos de liderança, precisam mudar. Mas elas não fazem isso por medo de perder, principalmente, coisas não materiais como autoconfiança e poder.

Para criar o novo é preciso se desapegar do velho, desestabilizar, desorganizar e fazer a "destruição criativa". Deve-se conseguir adesões, buscar sinergia e evitar

antagonismos. Além disso, é essencial gerenciar o que está acontecendo agora com as necessidades e o conhecimento do amanhã. Finalmente, o verdadeiro desafio é criar espaço e condições para reter os talentos pela atualização permanente, pela liberdade de atuação e pela valorização das pessoas e do seu conhecimento.

As razões da satisfação e da motivação dependem de valores e desejos pessoais. Isso quer dizer que para mobilizar e reter as pessoas é preciso, primeiro, convencê-las de que fazem aquilo que é o melhor a ser feito. Não basta apenas fé, orgulho, estrutura, promoção e dinheiro. Nas empresas atuais, para obter resultados excepcionais os líderes devem criar um ambiente positivo e aproveitar os pontos fortes de cada um, em vez de se concentrar nos pontos fracos. Devem aprender a elogiar e promover emoções como a compreensão, compaixão, otimismo, gratidão e o perdão.

Também precisam desenvolver e incentivar as relações de apoio mútuo em todos os níveis e fornecer aos liderados um senso profundo de significado e propósito do trabalho. Além disso, é fundamental desenvolver relacionamentos e manter uma comunicação eficiente. O comportamento do líder tem um efeito multiplicador no grupo e na organização.

Para você, dentre as alternativas possíveis, a melhor talvez seja tentar promover mudanças. Sua empresa, inevitavelmente, será obrigada a fazer isso.

 
Para acessar o CV do autor, clicar em seu nome no início deste artigo.
Para contatá-lo, clique aqui.
 
Artigos publicados deste autor(a)
 
Devo voltar a estudar mesmo depois dos 40 anos?
 
Devo interromper a carreira para estudar fora?
 
É possível implementar mudanças sem apoio?
 
Como conserto uma contratação errada?
 
Novas funções e habilidades profissionais em um mundo em transforma?
 
As cinco competências essenciais para liderar
 
Divã Executivo - Devo reclamar de um colega preguiçoso que ganha mais?
 
Divã Executivo - Como faço para recusar o meu chefe no Facebook?
 
Reforma tributária para emprego zero
 
   
     
  Busca por especialidade  
 
 
     
 
       
  Busca por autor  
 
Para listar todos os autores, clique em "buscar" sem preencher nada.
 
   
       
 
 
Dúvidas
Caso tenha alguma dúvida ou gostaria de obter maiores informações, basta utilizar um dos canais disponíveis abaixo:

 
 
 
 
     
   
     
       
 
Richard Doern
Empresas Familiares
 
Marcos Wunderlich
Coaching / Mentoring
 
Marcelo Miyashita
Marketing / Publicidade
 
Gilberto Guimarães
Liderança Positiva
 
Jusivaldo Almeida dos Santos
Finanças Pessoais
 
Tom Coelho
Gestão de Pessoas - RH
 
José Antonio Purcino
Jornalismo / Comunicação
 
Dino Mocsányi
Mudanças & Transições
 
Daniel De Stefano Menin
Marketing / Publicidade
 
Bernardo Leite Moreira
Comportamento
 
André Luiz de Freitas
Gestão de Pessoas - RH
 
Casemiro de Oliveira Rosa
Estratégia
Mentores do Portal

O conteúdo e retaguarda técnica
são validados pelo melhores
especialistas do mercado
em cada área.
     
Entre em contato conosco:
developed by MDF Tecnologia
 
  ©1996/2017 - Mocsányi Assessoria Ltda. | Todos os direitos reservados.

Endereço

Rua Tiradentes, 167 -
Parque Vila Rica - Santana de Parnaíba / São Paulo
06503-187
Tel.: / (11) 94755-9832

Horario de Atendimento
De segunda a sexta, das 08h00 às 18h00.