Boa noite, seja bem vindo(a) Visitante | faça o seu Login ou Cadastre-se Grátis
O Portal Consultores é focado no apoio técnico e metodológico, treinamento, interatividade, informações, ferramentas e serviços para profissionais independentes, consultores, coaches e palestrantes, constituindo desde 1990, a maior comunidade mundial destes profissionais em países de idioma português, com 65.119 participantes neste momento.
Especialidade para pesquisa
no Portal
Faça parte da comunidade
Consultores
     
 
Artigo
 
Apresentações Convincentes 2 - O público-alvo
30/11/2007 - por Dino Mocsányi

Esta é a parte 2/6 deste artigo.

Uma vez escolhida a data e o local, é hora de avaliar o público para a sua apresentação. Em Presentations Plus, David Peoples compara o material em uma apresentação ao líquido a ser transferido de uma jarra para uma garrafa (o público). A garrafa dispõe, no entanto, de uma rolha que pergunta “o que eu ganho com isso?”. Antes de derramar o líquido na garrafa, você deve remover a rolha, o que você consegue ao fornecer um motivo egoísta que desperte o interesse da platéia de tal forma que ela se livre da rolha para receber o líquido (ou ouvir a apresentação).

Toda platéia é composta de indivíduos, cada um deles com motivos e percepções exclusivos.As mesmas informações atingirão indivíduos diferentes de diferentes formas.

Enquanto alguns serão levados a agir, outros serão impelidos a resistir. As pessoas comparam o conteúdo de uma apresentação em uma infinidade de fatores, entre eles interesses pessoais, o impacto em suas áreas funcionais ou setores específicos, sua experiência anterior e seu conhecimento de um tópico, preconceito pessoal, valores políticos, sua tolerância ao risco e as pressões imediatas daquele dia.

Sua tarefa é a de mergulhar abaixo da superfície e detectar os elementos fundamentais e denominadores comuns.

Quais são as necessidades e pontos sensíveis da platéia? Pode não ser possível agradar a cada indivíduo do grupo. Ainda assim você deve se concentrar nas pessoas com as quais está se comunicando. Encare o público do ponto de vista dele. Eles podem ser interessados e simpáticos, de mente aberta e curiosa quando aos fatos, indiferentes e apáticos ou desinteressados e hostis. Quando você se dirigir a um grupo que esteja interessado em ouvir os fatos antes de tomar uma decisão, o conteúdo é mais importante do que o estilo.

No entanto, aspectos intangíveis, tais como a aparência, as referências e a pontualidade, são vitais porque a primeira impressão pode ser o fator decisivo.

Fatos e números devem ser ressaltados juntamente com testemunhos de especialistas e exemplos específicos (se possível, exemplos sobre pessoas cuja situação seja semelhante à da platéia). 

 Piadas, metáforas, recursos visuais exagerados e outros “recheios” podem dar a impressão de que você tem pouco a dizer, desmotivando a platéia. Por outro lado, recursos de impacto são especialmente eficazes quando se está lidando com uma platéia apática ou indiferente. É nesse caso que seu estilo tem a máxima importância. Você deve partir para a conquista da atenção do público.

Uma vez conquistada à atenção, você deve deixá-lo ansioso por ouvir o que tem a dizer. Isso pode ser feito quando você transmite seu próprio entusiasmo, apresentando o que tem a dizer de uma forma envolvente, que force a platéia a pensar no assunto.

Logo no início da apresentação, para se certificar de que o público tenha interesse no que vai dizer, você deve responder a pergunta implícita: “o que eu vou ganhar com isso?”.

Seus esforços diante desse tipo de platéia serão prejudicados se você escurecer a sala, ler seu discurso palavra por palavra (o que dá a impressão de que sua apresentação é genérica e “padronizada”), falar em nível excessivamente técnico ou com muitos detalhes. É claro que a situação mais difícil de todas consiste em falar para um grupo hostil e desinteressado.

Quando você se defronta com esse tipo de público, mantenha-se calmo, fale em tom neutro e sem pressa e não perca o controle. Se você deixar a atitude da platéia influenciá-lo, irá estimular sua resistência em lugar de superá-la. Tenha em mente que nada atiça mais as chamas do ressentimento.

 
Para acessar o CV do autor, clicar em seu nome no início deste artigo.
Para contatá-lo, clique aqui.
 
Artigos publicados deste autor(a)
 
Trabalhando nesta “era do não emprego”
 
Como calcular seus honorários em consultoria
 
Novas Tendências do Mercado para as Consultorias em Tempos de Grandes Mudanças
 
Consultoria: O Tripé da Venda de Trabalhos
 
As diversas formas de marketing
 
Consultoria - Tabus na empresa familiar
 
Mahalo!
 
Sênior, sim senhor!
 
Os 13 pecados na prestação interna de serviços
 
Como calcular seus honorários e valor-hora ideais?
 
Administração das Transições
 
Apresentações Convincentes 4 - A argumentação
 
Apresentações Convincentes 3 - Mantendo a atenção da platéia
 
Quem apoia a sua tese???
 
Consultoria: alternativa de trabalho que exige marketing pessoal
 
Lidando com resistências às mudanças
 
Quebra gelos para apresentações
 
Consultoria: Alternativa de trabalho na era do não-emprego
 
Saia da zona de conforto!
 
Apresentações Convincentes 1 - Introdução
 
A transição da e-cultura!
 
   
     
  Busca por especialidade  
 
 
     
 
       
  Busca por autor  
 
Para listar todos os autores, clique em "buscar" sem preencher nada.
 
   
       
 
 
Dúvidas
Caso tenha alguma dúvida ou gostaria de obter maiores informações, basta utilizar um dos canais disponíveis abaixo:

 
 
 
 
     
   
     
       
 
André Luiz de Freitas
Gestão de Pessoas - RH
 
José Antonio Purcino
Jornalismo / Comunicação
 
Daniel De Stefano Menin
Marketing / Publicidade
 
Tom Coelho
Gestão de Pessoas - RH
 
Jusivaldo Almeida dos Santos
Finanças Pessoais
 
Richard Doern
Empresas Familiares
 
Bernardo Leite Moreira
Comportamento
 
Marcos Wunderlich
Coaching / Mentoring
 
Marcelo Miyashita
Marketing / Publicidade
 
Casemiro de Oliveira Rosa
Estratégia
 
Gilberto Guimarães
Liderança Positiva
 
Dino Mocsányi
Mudanças & Transições
Mentores do Portal

O conteúdo e retaguarda técnica
são validados pelo melhores
especialistas do mercado
em cada área.
     
Entre em contato conosco:
developed by MDF Tecnologia
 
  ©1996/2017 - Mocsányi Assessoria Ltda. | Todos os direitos reservados.

Endereço

Rua Tiradentes, 167 -
Parque Vila Rica - Santana de Parnaíba / São Paulo
06503-187
Tel.: / (11) 94755-9832

Horario de Atendimento
De segunda a sexta, das 08h00 às 18h00.