Boa tarde, seja bem vindo(a) Visitante | faça o seu Login ou Cadastre-se Grátis
O Portal Consultores é focado no apoio técnico e metodológico, treinamento, interatividade, informações, ferramentas e serviços para profissionais independentes, consultores, coaches e palestrantes, constituindo desde 1990, a maior comunidade mundial destes profissionais em países de idioma português, com 68.400 participantes neste momento.
Especialidade para pesquisa
no Portal
Faça parte da comunidade
Consultores
     
 
Notícias Publicadas
 
 
14/11/2019 - O que é mais importante: a meta ou o método?

Ano novo, vida nova e metas velhas. Quantas vezes nessa vida você já traçou metas no início do ano? E quantas vezes você chegou em dezembro sem conseguir realizá-las? Emagrecer, aprender inglês, matricular-se na academia e ter uma rotina de exercícios físicos, mudar a alimentação. Enfim, são muitos os planos e poucas as realizações. Mas afinal, você sabe por que isso acontece?

De maneira geral, o ser humano é muito bom e otimista para traçar metas, colocar no papel tudo aquilo que deseja alcançar, mas muitas vezes não sabe desenvolver um método, ou seja, o passo a passo para alcançar os objetivos. Desenha-se onde quer chegar, porém, não se sabe como. Isso é falta de planejamento.

E como é possível desenvolver um método próprio para fazer de 2020 um ano diferente, disciplinado, a fim de obter os resultados almejados?

Muitas pessoas estão concentradas nas possibilidades das realizações, o que é uma ingenuidade. Possibilidade de ficar rico, todo mundo tem. Possibilidade de criar algo inovador, todo mundo tem. No entanto, é preciso direcionar o foco para as probabilidades, ou seja, se você continua agindo do jeito que age, quais são as probabilidades de ficar rico? Emplacar a sua ideia?

Não basta ter uma meta. É preciso colocar, na frente, a probabilidade de acontecer. Isso implica colocar foco, eliminando tudo o que não for viável. As probabilidades de você realizar e não desistir também aumentam se você fizer com que o ambiente em que vive seja capaz de transformar sua meta em algo inevitável.

Dê poder às pequenas decisões e não às grandes. Quando você dá chance ao hábito, ele fica mais palpável. Em vez de decretar “eu quero isso”, reflita se está dando um passo na direção correta, um passo pequeno por vez e de maneira frequente, e não um passo enorme, que exija muito esforço num curto espaço de tempo. Uma meta por dia, pequena, tangível, possível, que não dependa de ninguém a não ser de você. É a somatória dos mini-hábitos que fará a diferença. A vida não se trata de uma corrida de 100 metros, mas de uma maratona de 42 quilômetros.

Quando você decidir dar chance ao hábito, ele irá te recompensar. Você se libertará de vários empecilhos, como a preguiça, e não dependerá mais de motivação para fazer algo.

Deseje ter progresso. Os grandes atletas vencedores desejam melhorar um pouquinho a cada dia. É o jogo do progresso. Nenhum grande atleta acorda dizendo “Este ano eu vou ser o melhor do mundo!”. O objetivo diário é ser melhor do que ontem, estar 1% melhor do que o dia anterior. Os campeões treinam continuamente para aperfeiçoar seus atributos e seus talentos para melhorar um pouco todos os dias.

Pense com requinte, pois não é verdade que pensar grande e pensar pequeno dá o mesmo trabalho. Sonhar talvez. Realizar não. Isso significa dividir o pensamento em várias estratégias pequenas e focadas. Olhar para a sua meta, ou seja, o seu plano grande e colocar degraus, pensando em como vai subir cada um com o uso dos mini-hábitos, ir focando em ordem de prioridade. E quando focar em cada tarefa, saber abrir mão e decidir o que não vai fazer para que você possa realizar o que é necessário em um estado com 100% de presença.

 

 
14/11/2019 - Mercado de alimentação saudável e glúten free é tendência dos consumidores

Criatividade, foco e necessidade são as principais motivações e requisitos para um empreendedor de sucesso. Com esses ingredientes, empresas e marcas se estabelecem e ditam as tendências e necessidades dos consumidores. Pelo menos é o que diz Vagner Gomes, empresário, CEO e fundador da Uni Alimentos, marca que industrializa alimentos saudáveis, e que nos últimos anos, lançou mais de vinte novos produtos para o mercado.

“O público vegano, vegetariano e afins, têm crescido demais nos últimos anos. Desde 2015, quando lançamos nossa primeira linha de produtos veganos, nós percebemos que esse nicho, por ser muito exigente, carece não só de alimentos saudáveis, mas também gostosos para todas essas ocasiões”, conta Gomes.

E o mercado só tende a crescer...

De acordo com um estudo da agência de pesquisas Euromonitor, divulgado pelo SEBRAE, o mercado de alimentação ligado à saúde e ao bem-estar cresceu 98% no Brasil de 2009 a 2014. O SEBRAE também divulgou a pesquisa feita pelo Conselho Nacional de Saúde (CNS), aonde apontou que existem dois milhões de pessoas no Brasil afetadas pela doença celíaca.

Desde que a Uni Alimentos foi fundada – 2015 – a empresa trouxe mais de vinte produtos aos consumidores, todos voltados a alimentação saudável e glúten free. Encontrados nos supermercados e em e-commerce, os produtos também são distribuídos em redes de hotéis, eventos e ações promocionais.

“Entendemos que a qualidade do nosso produto se encaixa não apenas nos supermercados, mas também como uma prestação de serviço, perfeitos para hospitais, serviços hoteleiros e grande eventos. Desta forma, conseguimos expandir a visibilidade da nossa empresa e dos nossos valores para contribuir com um maior número de consumidores”, explica Vagner.

No portfólio, a marca já apresenta snacks de coco, de canela e de queijo, chips de mandioca e batata-doce, tapiocas em porções individuais e até farofas, feitas no óleo de algodão, além de muitos outros produtos voltados a saúde e bem-estar.

Até o final de 2020, a marca pretende expandir em 20% os seus negócios e garante que até lá, ainda trarão muitas novidades para os consumidores. “Nós estamos com vários projetos internos para trazer mais praticidade e qualidade de vida aos nossos consumidores, acreditamos que só assim, conseguiremos fidelizar e promover novas tendências dentro desse mercado”, conclui Gomes.

 
14/11/2019 - Confira 5 dicas para o seu e-commerce sair no lucro neste Black Friday

Falta pouco para a Black Friday 2019, que será realizada no dia 29 de novembro. Apesar do momento de crise econômica no país, as expectativas de vendas são positivas. De acordo com pesquisa do Busca Descontos, idealizador do evento no país, a data deve movimentar R$ 3,15 bilhões no e-commerce brasileiro, o que representa um crescimento de 21% em relação ao total faturado no ano passado. 

Para os varejistas e clientes, a Black Friday já é uma das datas mais esperadas do ano. Sidney Zynger, diretor de Marketing e sócio do Bling - startup que oferece sistema de gestão empresarial para PMEs e MEIs -, separou uma lista de ações fundamentais para os empreendedores aproveitaram o período da melhor forma.

Confira algumas dicas:

                         Organize seu estoque      

Antes de sair anunciando promoções de Black Friday, organize o estoque do seu e-commerce. Conte todos os produtos e confira se as quantidades estão corretas. Desta forma, você evita vender produtos que já estão esgotados ou deixar mercadorias encalhadas no seu estoque.

Além disso, o momento de organização do estoque vai te ajudar a identificar, por exemplo, aqueles produtos que tiveram vendas abaixo do previsto. Assim, é possível pensar em uma promoção para dar vazão a eles na Black Friday.?

                         Identidade visual para a Black Friday

 Faça com que o cliente se sinta no clima da Black Friday. Crie uma identidade visual única e atrativa para a data e a implemente em todos os canais de relacionamento com o cliente, como e-commerce, apps, e-mails, redes sociais e pontos de atendimento físico. Especificamente para o e-commerce, capriche no "look and fell", com um novo template ou landing page personalizado.?

                         Planeje a logística reversa       

De acordo com o código do Consumidor, os clientes têm até 7 dias após o recebimento dos produtos para se arrepender da compra. Como na Black Friday o número de pedidos deve aumentar - e você deve vender para novos clientes, a probabilidade de que haja trocas aumenta.

Portanto, você deve estar preparado para receber os produtos devolvidos e enviar os novos. Este processo é chamado de logística reversa e tanto os próprios Correios oferecem serviços específicos para esses casos. ?

                         Reduza custos de logística e fretes 

Ao negociar a compra de uma mercardoria, leve em consideração não somente o preço do produto, mas também do seu frete, que poderá encarecer todo o negócio. Buscar parceiros para a realização da entrega dos produtos é uma boa saída para economizar na logística e diminuir o tempo de frete. ?

                         Invista em gestão de negócios acessível para e-commerce 

É cada vez mais comum que pequenos empresários gerenciem  negócio por meio de um software integrado capaz de controlar os mais diversos setores, como emissão de boletos, estoque, financeiro, vendas, e-commerce, etc. Entretanto, os serviços de sistema de gestão empresarial (ERP) oferecidos no mercado ainda estão muito caros para a maioria dos PMEs e MEIs. 

Pensando nisso, o Bling disponibiliza serviços e ferramentas de ERP de forma mais acessível para pequenos lojistas. A empresa está integrada às maiores plataformas de e-commerce e marketplaces do país é totalmente online e conta com um sistema frente de caixa (PDV) que atende as necessidades dos clientes, como agilidade no processo de atendimento ao cliente, configurável para controlar mesas e gerenciar a entrada e saída de caixa.

 

 
11/11/2019 - Planejamento 2020: por que a saúde do colaborador deve estar em pauta?

Nos últimos meses do ano as organizações começam a revisar as metas e se planejar para o próximo ano. Segundo especialistas, é fundamental incluir neste planejamento benefícios relacionados à saúde e ao bem-estar do colaborador. O CEO da T&N Seguros e Benefícios, empresa com mais de 15 anos de experiência no ramo de seguros e consultoria de benefícios, com sede em Blumenau/SC, Rodrigo Roberti, explica que estamos vivendo um momento de grandes mudanças no estilo de vida, e as empresas precisam acompanhar este ritmo e incluir em seus planejamentos benefícios voltados para a saúde.

Um estudo recente, feito por pesquisadores do Departamento de Medicina Preventiva da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP) e da Universidade de Harvard, nos EUA, mostra que um terço de todas as mortes por câncer registradas anualmente entre os brasileiros poderiam ter sido evitadas com a adoção de hábitos saudáveis."Este dado é alarmante, e nós, como CEO's de empresas, precisamos inserir esta nova cultura dentro das organizações, trazendo para dentro da empresa benefícios que diminuam estes riscos aos colaboradores", diz Roberti.

Além disso, o aumento da taxa de obesidade no Brasil passou de 11,8% para 19,8% da população entre 2006 e 2018, segundo a Pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas, divulgada neste ano pelo Ministério da Saúde. "Este é mais um motivo para revermos os conceitos de benefícios. Mudar a cultura organizacional de uma empresa não é fácil, porém, é necessário. E todos ganham, porque colaboradores engajados e motivados aumentam a produtividade", observa.

Plano de benefícios

Apenas o salário não é um diferencial competitivo dentro das empresas. Os colaboradores devem se sentir úteis e parte da organização. Uma forma de estabelecer uma nova cultura organizacional é a implantação de um plano de benefícios.

"Um plano de benefícios bem estruturado traz inúmeras vantagens, e estabelece uma conexão com os colaboradores. Eles entendem que a empresa se preocupa com eles e com os seus hábitos. Além disso, é possível utilizar a tecnologia como aliada", explica o CEO.

Ferramenta auxilia no bem-estar corporativo

Uma ferramenta que pode auxiliar os empreendedores que estão pensando em implantar um plano de benefícios no próximo ano, é a Gogood, uma plataforma focada na melhoria de Employer Branding e cultura empresarial, que ajuda na atração e retenção de talentos.

Segundo Roberti, o aplicativo promove mais de 50 hábitos saudáveis nas principais dimensões de bem-estar: fitness, alimentação, sono e stress, capturando os dados através de integrações. O aplicativo é totalmente personalizado para cada colaborador. Com ele, é possível criar engajamento entre os funcionários, aplicando jogos entre times, com premiação, rankings, dashboards e muitas outras funcionalidades divertidas e engajantes para criar comunidades saudáveis.

"Independentemente do tamanho das empresas, a qualidade de vida é um fator fundamental para o desempenho dos colaboradores e, consequentemente, da organização", aponta Roberti.

 
08/11/2019 - Gestão de viagens corporativas: os maiores erros e como evitá-los

Com as viagens, as empresas acabam gastando muito com hospedagem, transporte, alimentação, passagens aéreas, entre outros custos. Para evitar que erros aconteçam durante a gestão, Bruno Pain, co-fundador e diretor comercial do VExpenses - plataforma de gestão de despesas corporativas - listou três situações prejudiciais que podem ser evitadas, ajudando a  agilizar processos, prevenir possíveis fraudes e, também, perdas de dinheiro. Confira!

- Falta de organização

O planejamento é essencial para qualquer atividade de uma empresa. Portanto, a falta dele é um dos erros mais comuns na gestão das viagens corporativas. Com uma boa organização você agenda todas as viagens com antecedência, encontra hospedagem e passagens com melhor custo-benefício, entre outros fatores que ajudam a evitar gastos desnecessários.

Dedique-se à elaboração de um bom orçamento de viagem, que faça sentido para sua empresa. Assim, você evita ser pego de surpresa com o valor das despesas da viagem e não compromete a saúde financeira do seu negócio.  

- Não contratar um seguro de viagem

Muitos pensam que o seguro viagem é uma bobagem, mas não é. Pelo contrário, o seguro viagem protege tanto o colaborador, quanto a empresa em caso de imprevistos na viagem.

Algumas das situações imprevistas que podem ocorrer são o colaborador passar mal, sofrer algum acidente durante a viagem ou outra emergência. O seguro viagem garantirá que o funcionário será atendido e não ficará desamparado nesses casos. Além disso, com o pagamento antecipado, a empresa economiza com despesas altas, caso alguém tenha que acionar algum atendimento em cima da hora.

- Controle e conciliação do cartão corporativo da empresa 

Algumas empresas oferecem cartão corporativo para os colaboradores gastarem durante a sua viagem, ao invés de reembolsá-los pelas despesas posteriormente. O problema com essa prática é que muitos colaboradores não utilizam o cartão da forma correta e acabam abusando das compras. 

Para evitar que o colaborador misture despesas corporativas com os gastos pessoais, a empresa precisa estabelecer uma política para os gastos em viagens a trabalho, assim como realizar uma conciliação da fatura do cartão corporativo com os comprovantes de gastos apresentados. Assim, é possível identificar cada um dos gastos da fatura e ver sua natureza corporativa. No entanto, esse processo costuma ser  manual e nada prático, sendo muitas vezes negligenciado por muitos departamentos financeiros e administrativos.

Nesse sentido, uma dica importante é não hesitar em utilizar a tecnologia ao seu favor. Atualmente existem diversos apps e plataformas gerenciais que são ótimas soluções para a organização das despesas corporativas nas empresas, além de simplificarem diversos processos administrativos. O VExpenses é uma dessas  plataformas , já tendo ajudado diversas empresas na gestão de despesas."Está ficando cada vez mais rápido e prático automatizar e otimizar processos internos. Essa organização tem ajudado as empresas a crescerem, evitando também prejuízos e gerando economia de tempo e de dinheiro" finaliza Pain. 

 

 
07/11/2019 - Nova legislação deve aumentar as vagas de trabalho temporário em 2019

Com a publicação em outubro, do decreto nº10.060/2019, que trata da regulamentação do trabalho temporário, a tendência é que novas vagas de emprego por meio dessa modalidade sejam geradas no final desse ano, já que a nova norma favorece tanto empregadores, quanto trabalhadores. E, especialmente, com a proximidade do natal, período em que esse tipo de contratação é mais adotado.

"Essa normatização representa mais segurança jurídica para as empresas, uma vez que traz diversos esclarecimentos, bem como incorpora alguns entendimentos dos tribunais à legislação. Consequentemente, é um incentivo à utilização dessa espécie de trabalho", explica Bianca Dias de Andrade, coordenadora da área de Relações de Trabalho e Consumo do escritório Andrade Silva Advogados.

Segundo ela, o decreto também é positivo para os temporários. "Com essa normatização, há previsão expressa de que o trabalhador temporário tem assegurado vários direitos, tais como FGTS, férias, horas extras, adicional noturno, repouso semanal remunerado, benefícios da Previdência Social, jornada de trabalho de oito horas diárias e salário equivalente ao empregado celetista. E, ainda, que a empresa deve proceder à anotação da condição de temporário na Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) do trabalhador", esclarece.

A advogada explica, porém, que o decreto prevê ainda que não há vínculo empregatício do trabalhador temporário e a tomadora de serviços, sendo possível o trabalho em quaisquer atividades da empresa. De acordo com ela, a nova norma está em consonância com as Leis de Terceirização e da Reforma Trabalhista, que vieram para modernizar as relações entre profissionais e empresas.

Bianca alerta, entretanto, que o contrato temporário não pode ser utilizado de forma indiscriminada. "Apenas enquanto perdurar a transitoriedade da necessidade empresarial, sob pena de desvirtuamento da legislação e possibilidade de caracterização de um contrato de trabalho por prazo indeterminado, com todas as suas consequências", diz.

Com base na legislação, o contrato temporário não precisa, necessariamente, de um mínimo de prazo, mas sua duração máxima é de até 180 dias, permitida a prorrogação, uma única vez, por até 90 dias corridos. Conforme o novo decreto, esse prazo é contado independentemente da prestação em dias consecutivos, razão pela qual são contabilizados também eventuais intervalos contratuais e não apenas os dias efetivamente trabalhados. Além disso, nesse tipo de ocupação, não se aplica o período de experiência.

O texto esclarece, ainda, que a contratação de trabalho temporário não se confunde com a terceirização, tampouco com o contrato por prazo determinado, sendo, portanto, instituto totalmente diverso.

 

 
07/11/2019 - Movimento Brasil Digital assina protocolo de intenções para colaboração com o programa Minha Chance,

No dia 05 de novembro, o presidente do conselho do Movimento Brasil Digital, Adelson de Sousa, assinou com o Governo do Estado de São Paulo, na figura do governador João Doria, um protocolo de intenções para cooperação com o programa Minha Chance, da Secretaria de Desenvolvimento Econômico.

O documento, que visa conjugar esforços para o desenvolvimento conjunto de projetos com o intuito de contribuir para o aumento da empregabilidade em São Paulo, foi assinado no evento de balanço dos primeiros seis meses do programa, no Palácio dos Bandeirantes. A solenidade contou também com a presença da Secretária do Desenvolvimento Econômico Patrícia Ellen, do Secretário da Justiça e Cidadania Paulo Dimas e da Vice-Diretora-Superintendente do Centro Paula Souza Emilena Lorenzon Bianco.

Representando o Movimento Brasil Digital, Luiz Sergio Vieira, presidente da EY, uma das companhias mantenedoras do Movimento, falou sobre a parceria. “Nossa missão é promover o diálogo entre o setor público e o privado. Um dos nossos pilares de atuação é a capacitação de trabalhadores para as profissões do futuro de forma humanizada, gerando ocupações e garantindo a sustentação do crescimento econômico. E essa ocasião é a realização de um grande esforço para isso”, contou.

O programa Minha Chance é uma ação voltada à qualificação profissional e geração de trabalho e renda. Apesar de ser o estado mais rico do país, atraindo investimentos bilionários, o desemprego em São Paulo afeta 3,3 milhões de pessoas. Quase três em cada 10 jovens de 18 a 24 anos que buscam emprego formal não conseguem.

No Minha Chance, o Estado funciona como um intermediador entre trabalhador e vaga. O programa oferece e customiza cursos de qualificação profissional de acordo com as demandas das empresas e do mercado de trabalho. Através dele, o empregador tem a vantagem de direcionar suas vagas a profissionais com boa qualificação e o trabalhador faz o curso com a perspectiva de conseguir um emprego após se formar.

As empresas se cadastram em uma plataforma online para personalizar suas necessidades de mão de obra. Com as informações, a Secretaria avalia a possibilidade de formação na região indicada e com o conteúdo proposto. Desde maio, quando a iniciativa entrou em vigor, 63 empresas se inscreveram pelo portal. As empresas parceiras indicaram 22 mil postos de trabalho, e 15 cursos diferentes foram executados em 19 municípios paulistas.

“No nosso diálogo com o empresariado, percebemos que há uma demanda das companhias para preencher vagas com mão de obra capacitada. O Movimento enxerga o potencial do Minha Chance para ajudar a suprir essa necessidade. O programa mostra que o trabalho interdisciplinar, com a atuação em parceria entre governo e empresariado, é um facilitador para o aumento da empregabilidade”, afirmou de Sousa.

Os currículos dos cursos são desenvolvidos pelo corpo acadêmico do Centro Paula Souza, que administra 547 unidades de ensino, entre Etecs, Fatecs e outros. Eles são ministrados nas regiões do Estado que mais têm oportunidades, aumentando a empregabilidade onde existe necessidade.

O Movimento Brasil Digital foi criado em 2018 e busca promover o diálogo entre os setores público e privado para a construção de propostas que tragam tecnologia e inovação ao centro da estratégia do país. Deste modo, o MBD pretende preparar a sociedade para as profissões do futuro de forma humanizada, gerando ocupações qualificadas e garantindo sustentação do crescimento econômico.

No próximo dia 21 de novembro, o Movimento promove a 1ª Edição do Fórum Brasil Digital. O evento acontecerá no Cubo Itaú, em São Paulo, e é uma iniciativa para reunir lideranças empresariais, políticas, acadêmicas e da sociedade civil com o objetivo de debater e implementar caminhos para tornar o Brasil um país mais inovador e inclusivo. O Fórum Brasil Digital tem o compromisso de gerar um plano para transformar o país digitalmente, considerando três pilares: Educação, Empreendedorismo e Infraestrutura. Paul Romer, ganhador do Prêmio Nobel de Economia, professor de Economia na Stern School of Business e Fundador do NYU Stern Urbanization Project, será o keynote speaker do evento.

 
07/11/2019 - Câmara de Comércio Brasil-Canadá abre inscrições para Elevator Pitch 2019

As inscrições para o Elevator Pitch 2019, ativação da Câmara de Comércio Brasil-Canadá (CCBC) que acontece durante a SP Tech Week, já estão abertas e vão até o dia 8 de novembro.

Em parceria com a Prefeitura de São Paulo, SP Negócios e SP Tech Week 2019, a CCBC vai selecionar aproximadamente 50 empresas de todo país para participarem da competição, marcada para 24 de novembro, domingo, no tradicional Edifício Martinelli, localizado no centro da cidade. Lá, o empreendedor fará o real 'pitch de elevador' ao subir no topo do prédio acompanhado de investidores e aceleradores canadenses, além de figuras do ambiente de inovação em São Paulo.

O anúncio das startups selecionadas para o evento será feito no dia 15 de novembro, quarta-feira, no mesmo site das inscrições e por e-mail. As vencedoras terão a oportunidade de passar por uma imersão no ecossistema de tecnologia, validação e escalabilidade no Canadá.

Para o Diretor de Relações Institucionais da CCBCPaulo de Castro Reis, a segunda edição do Elevator Pitch promete ser emocionante e abre oportunidades reais de negócios. "Apresentar o projeto da empresa para investidores ou aceleradores canadenses durante a subida em um dos prédios mais icônicos da cidade de São Paulo, por si só já é especial. Ainda, os empreendedores receberão mentorias durante o evento, o que amplia a possiblidade de sucesso". No fechamento do dia, a instituição promove um happy hour no rooftop.

SERVIÇO | Inscrições Elevator Pitch

Data: Até 08 de novembro de 2019

Link: http://bit.ly/2JxqfeS

Regulamento: http://bit.ly/2BUkmEk

 
07/11/2019 - 4 podcasts que todo empreendedor deve acompanhar

Todo empreendedor deve estar sempre atualizado e bem antenado sobre as informações e novidades do seu segmento. Entretanto, gerir o tempo entre as funções da empresa e do processo de aprendizado tem sido um grande desafio para a maioria deles. 

Uma pesquisa da Loja Integrada mostra que mais de 21% dos empreendedores digitais, por exemplo, dedicam de 7 a 12 horas por dia à administração da loja. Uma opção que tem ajudado os empresários a ficarem bem informados, sem tomar muito tempo, são os podcasts - conteúdo em formato de áudio que tem se popularizado no país.   

Para Alfredo Soares, head de SMB da VTex, o podcast é uma excelente ferramenta de aprendizado, além de permitir que o ouvinte realize outras atividades operacionais, contribuindo, assim, para a otimização e gestão do tempo. "Ouvir podcast permite conhecer outros gestores, ter acesso a insights e experiências que possam ser enriquecedoras para o seu negócio". 

Abaixo, o especialista recomenda 4 podcasts que fazem parte do seu cotidiano e podem ajudar no dia a dia de outros empreendedores. Aperta o play:

Super Cast - Apresentado por Pedro Superti, o programa traz dicas e entrevistas com os maiores empreendedores do mercado.

https://open.spotify.com/show/3FGe6KLYNO19yqK9yq2hB0

Primo Cast - Podcast oficial do canal "O Primo Rico", um dos maiores portais sobre investimentos, finanças e empreendedorismo do mundo.

https://open.spotify.com/show/2gCj9YG9tjMexhS4pIlRHo

Pitch Amure Pinho - Podcast que aborda o universo das startups, investimento anjos e cases de empresas e líderes. 

https://open.spotify.com/show/6ZpNv0VvuFkuzbAmx81YKj

Suno Research - O programa traz recomendações sobre o mercado de investimentos.

https://open.spotify.com/show/3ABZtbDxwfChwiXhYiSZII

 

 

 
07/11/2019 - 13º salário: como se preparar para o benefício

Até o dia 30 de novembro, grande parte dos trabalhadores com carteira assinada em todo o país – com no mínimo 15 dias de atividade – recebem a primeira parcela do 13º salário. Aposentados, pensionistas, beneficiários do Bolsa Família e aqueles que recebem pensão alimentícia também serão contemplados. Ficam de fora apenas os trabalhadores que foram demitidos por justa causa.

“O 13º é uma ajuda importante para a maioria dos brasileiros. Mesmo aqueles que gastam pouco sentem falta do benefício”, diz o coordenador do curso de Gestão Financeira do Centro Universitário Internacional Uninter, Daniel Cavagnari.

A primeira parcela corresponde à metade, ou 50%, do salário bruto. O professor ressalta que descontos, como a taxa do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e Imposto de Renda Retido na Fonte (IRRF), virão apenas na segunda parcela, a ser paga até o dia 20 de dezembro. Para aqueles que foram contratados ao longo do ano, o benefício será proporcional ao número de meses trabalhados até a data do pagamento.

Cavagnari recomenda prudência com ofertas feitas por bancos e outras instituições financeiras nos meses que antecedem o depósito do salário. “Muitas entidades oferecem empréstimos para que os trabalhadores recebam esses valores adiantados. Porém, cobram juros incompatíveis com termos justos. É preciso estar atento”, diz.

Para aqueles que têm dívidas a juros altos ou vencidas, o professor recomenda que o 13º seja usado para quitá-las. “Negocie o pagamento com as instituições credoras e busque descontos. Lembre-se de que taxas ou juros que ainda não foram cobradas não podem incidir no adiantamento das dívidas”, explica.

Já para os trabalhadores que estão em dia com suas finanças, o professor recomenda reservar metade do valor recebido – ou mais – para as despesas de início de ano, como Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), uniformes, material escolar e férias. O restante do valor pode ser usado para presentes e outros gastos com as comemorações de fim de ano.

“Também é possível usar o benefício para ‘resolver a vida’, ou seja, revisar o carro, arrumar a casa, passear com a família. O bem-estar é o que temos de mais importante. Qualquer investimento nesse âmbito será bem aproveitado”, defende.

 

 
 
fonte
 
   
       
  Agência de notícias recomendadas  
   
   
   
 
Dúvidas
Caso tenha alguma dúvida ou gostaria de obter maiores informações, basta utilizar um dos canais disponíveis abaixo:

 
 
 
 
 
     
   
     
       
 
Dino Mocsányi - In Memoriam
Conselho de Administração
 
Tatiana Mocsanyi Kassardjian
Turismo e Hotelaria
 
André Luiz de Freitas
Gestão de Pessoas - RH
 
Marcelo Miyashita
Marketing / Publicidade
 
José Antonio Purcino
Jornalismo / Comunicação
 
Marcos Wunderlich
Coaching / Mentoring
Especialistas do Portal

O conteúdo e retaguarda técnica
são validados pelo melhores
especialistas do mercado
em cada área.
     
Entre em contato conosco:
developed by MDF Tecnologia
 
  ©1996/2019 - Mocsányi Assessoria Ltda. | Todos os direitos reservados.

Endereço

Calçada das Anêmonas, 176 - Centro Comercial
Alphaville - Barueri / São Paulo
06453-005
Tel.: 11 4195 2286 / 11 94715 7546

Horario de Atendimento
Segunda a Sexta das 08 às 18hs