Boa noite, seja bem vindo(a) Visitante | faça o seu Login ou Cadastre-se Grátis
O Portal Consultores é focado no apoio técnico e metodológico, treinamento, interatividade, informações, ferramentas e serviços para profissionais independentes, consultores, coaches e palestrantes, constituindo desde 1990, a maior comunidade mundial destes profissionais em países de idioma português, com 68.400 participantes neste momento.
Especialidade para pesquisa
no Portal
Faça parte da comunidade
Consultores
     
 
Artigo
 
As indústrias e as suas características e importância para a economia
19/02/2016 - por Ernesto Thurmann

As indústrias e as suas características e importância para a economia e o desenvolvimento de uma Nação.

O processo de industrialização das sociedades, somado aos avanços das tecnologias, trouxe inúmeros avanços às mais diversas áreas. Hoje as pessoas vivem mais e melhor. Apesar de números ainda alarmantes e o acesso às mercadorias que garantem o mínimo de subsistência. Problemas como a subnutrição, realidade na vida de muitas famílias em década passadas, já não é a maior vilã desses tempos modernos, muito pelo contrário: hoje os problemas ligados à obesidade preocupam mais do que a anemia.

A industrialização em larga escala tem favorecido as compras dos mais diversos bens de consumo. Há 20 anos, a aquisição de um aparelho celular era inimaginável para um adolescente de 14 anos, no entanto, hoje é comum encontrar crianças mexendo em seus smartphones. Esse pensamento vale para os mais diferentes itens oferecidos aos consumidores. Os produtos a disposição dos clientes nos pontos de vendas é a ponta do iceberg de todo um processo e os usuários podem ser considerados o elo final dessa cadeia. A eficiência depende de cada uma das etapas desse sistema, e de como cada um dos agentes se prepara para atingir os objetivos particulares.

Os desdobramentos da economia dependem de cada uma de suas etapas, portanto, conhecer seus fundamentos é importante. Seus processos estão ligados ao fluxo dos insumos de produção, qualidade da mão de obra disponível, domínio das tecnologias e técnicas de produção, estruturas adequadas e até o nível de exigência dos consumidores e é de suma importância que a sociedade os reconheça, pois as pessoas estão inseridas nesse arcabouço de várias formas e momentos.

Desde pequenas as pessoas confundem indústrias com fábricas. Em regras gerais, as fábricas são as estruturas onde determinados bens são produzidos. Já indústrias são mais abrangentes e estão ligadas as atividades econômicas realizadas por um determinado setor. As indústrias dividem-se em extrativistas, de transformação e de serviços.

Grande parte dos insumos de produção usados na fabricação de bens, e até mesmo serviços, tem sua origem na própria natureza conhecido como o setor primário da economia, os agentes que atuam nesse segmento respondem pela agricultura, pecuária e extração de minérios, uma vez extraídos, esses recursos são transformados em matérias-primas primárias, e em seguida, servirão de insumos para os fabricantes de bens de consumos (setor secundário).

Quando prontos, esses itens ficarão a disposição dos consumidores em comércios ou serão usados nas chamadas indústrias de serviços (setor terciário). Nem sempre os Países dispõem de matérias-primas, o território japonês é um exemplo, sua geografia permite apenas o cultivo de arroz e as atividades da pesca, no entanto, o Japão tem uma das indústrias mais bem sucedidas do Globo, capaz de produzir e exportar para todos os cantos do Planeta, de eletrônicos até automóveis. Por outro lado, contar com recursos naturais em seus limites não é garantia de sucesso econômico. O Brasil detém as maiores jazidas de minérios do mundo, a fauna e a flora do País é uma das mais vastas e diversificadas do Planeta. A partir desses recursos, inúmeros produtos poderiam ser fabricados, porém não ocorre por falta de interesse e investimentos por parte dos governos e empresários brasileiros. Preferem vender commodities para Países como a China a desenvolver tecnologias capazes de incentivar a produção no território nacional.

Os baixos investimentos em pesquisas e desenvolvimento, a alta carga tributária, os encargos trabalhistas abusivos (tanto para o empregador quanto para o empregado) e a precariedade dos modais de transportes inibem e afugentam os fabricantes e os investidores.

Falando de Commodities estas são as mercadorias vendidas em escala global, e posteriormente, usadas na transformação de outros bens. Dividem-se em minérios, agrícolas, energéticos, químicos, ambientais... etc. O problema é que as suas particularidades não mudam, e o fator decisivo na negociação passa a ser o preço (sempre puxado para baixo), diferentemente dos produtos acabados, que tem na tecnologia agregada os diferenciais, e estes permitirão a cobrança de preços prêmios e, na maioria das vezes, o produto final é enviado ao País de origem das commodities.

As Nações e as empresas que se preocupam com essas questões levam vantagens, conseguem estar sempre na vanguarda das tecnologias e não sofrem ameaças das concorrentes, ditam as regras do mercado, atraem investidores, geram empregos e consequentemente aquecem o consumo local, também asseguram a maior arrecadação de tributos e de investimentos, permitindo que os governos trabalhem com os orçamentos mais atrativos.

 
Para acessar o CV do autor, clicar em seu nome no início deste artigo.
Para contatá-lo, clique aqui.
 
Artigos publicados deste autor(a)
 
O Marketing e o Direito do Consumidor no Século XXI
 
Motivação ou Condicionamento das massas?
 
O Representante de vendas como uma referência estratégica para as Pequenas e Micros Empresas.
 
Afinal, o que é economia?
 
   
     
  Busca por especialidade  
 
 
     
 
       
  Busca por autor  
 
Para listar todos os autores, clique em "buscar" sem preencher nada.
 
   
       
 
 
Dúvidas
Caso tenha alguma dúvida ou gostaria de obter maiores informações, basta utilizar um dos canais disponíveis abaixo:

 
 
 
 
     
   
     
       
 
Tatiana Mocsanyi Kassardjian
Turismo e Hotelaria
 
Marcos Wunderlich
Coaching / Mentoring
 
Dino Mocsányi - In Memoriam
Conselho de Administração
 
Marcelo Miyashita
Marketing / Publicidade
 
André Luiz de Freitas
Gestão de Pessoas - RH
 
José Antonio Purcino
Jornalismo / Comunicação
Mentores do Portal

O conteúdo e retaguarda técnica
são validados pelo melhores
especialistas do mercado
em cada área.
     
Entre em contato conosco:
developed by MDF Tecnologia
 
  ©1996/2019 - Mocsányi Assessoria Ltda. | Todos os direitos reservados.

Endereço

Calçada das Anêmonas, 176 - Centro Comercial
Alphaville - Barueri / São Paulo
06453-005
Tel.: 11 4195 2286 / 11 94715 7546

Horario de Atendimento
Segunda a Sexta das 08 às 18hs