Boa tarde, seja bem vindo(a) Visitante | faça o seu Login ou Cadastre-se Grátis
O Portal Consultores é focado no apoio técnico e metodológico, treinamento, interatividade, informações, ferramentas e serviços para profissionais independentes, consultores, coaches e palestrantes, constituindo desde 1990, a maior comunidade mundial destes profissionais em países de idioma português, com 68.400 participantes neste momento.
Especialidade para pesquisa
no Portal
Faça parte da comunidade
Consultores
     
 
Artigo
 
Uma reflexão sobre o pilar humano da sustentabilidade
27/08/2019 - por Sueli Aznar

O conceito de sustentabilidade se apoia em três pilares, que são fundamentais para a manutenção de uma relação equilibrada entre os meios produtivos e o planeta: pilar econômico, que resumidamente, é o aumento ou a estabilidade do faturamento, sem o que as empresas não sobrevivem; pilar ambiental, que dentre outras preocupações, se refere ao consumo consciente dos recursos naturais, redução das emissões de gases nocivos, de efluentes líquidos e de resíduos sólidos; e o pilar humano, comumente chamado de responsabilidade social.

Os dois primeiros são notoriamente os mais abordados pela mídia e pelos fóruns que discutem a sustentabilidade, mas o terceiro, o humano, é o que merece aqui nossa atenção.

Classicamente, as ações das empresas para atender o pilar humano dão ênfase ao apoio aos setores carentes da sociedade em diversos aspectos, dentre eles, os da saúde, educação, seguridade dos direitos humanos e diversidade. São ações, sem dúvida, relevantes e que geram certa permeabilidade entre as fronteiras da organização e as da comunidade, no ambiente social onde coexistem.

Mas, sustentabilidade, como o próprio nome sugere, tem o propósito de promover a subsistência e o desenvolvimento de todos os implicados em uma imensa rede de mútua ‘sustentação’. A prática e a constante discussão sobre o tema dentro e fora das organizações faz com que se evolua do “nós fazemos por eles” para o “nós fazemos com eles” em uma relação de reciprocidade da qual todos se beneficiam. Quando a organização alcança esse entendimento, seus muros, antes apenas permeáveis, se abrem em portas e janelas, que trazem novas luzes para dentro de casa.

Em sua dimensão humana, a sustentabilidade abrange todos os valores que norteiam as relações da organização com as pessoas com quem ela se envolve a começar pelos seus funcionários.

Uniformes, crachás e títulos, contraditoriamente, podem dificultar a identificação do fato de que funcionários representam a sociedade dentro da organização. E representam a organização, quando estão em sociedade.

Ao fazer a adequada contratação e gestão das carreiras dos seus funcionários a empresa tem a oportunidade de exercer responsabilidade social de alto valor e obtém resultados muito positivos, inclusive financeiros.

Contratar com base em critérios claros, remunerar de forma justa, contribuir com o desenvolvimento e com a autogestão das carreiras, durante o período em que o profissional permanece na empresa, viabiliza sua independência na geração do próprio sustento e no de sua família, com consequências sociais positivas e de ampla repercussão. Demitir ou aposentar de forma correta e respeitosa, apoiando o profissional a introduzir-se no novo ciclo, também.

E essas não são apenas ações que se deva esperar da área de Recursos Humanos. Têm a ver com os princípios da organização, seus valores e atitudes praticadas por todos, todos os dias em suas relações internas e externas.

Quando esses principios, valores e atitudes passam a fazer parte da cultura, a organização alcança, por reciprocidade, o tão buscado engajamento: iniciativa na melhoria contínua de produtos e serviços; ganhos de produtividade; estímulo à inovação; redução de desperdício e adoção de práticas de preservação do meio ambiente em todas as áreas, com baixa necessidade de controle; vendas mais consistentes; negociações mais vantajosas para todas as partes; clientes fidelizados; imagem positiva da organização e muito mais.

Atender bem ao pilar humano da sustentabilidade deve começar dentro de casa e em primeiro lugar. Ele é que garante que os outros dois pilares se tornem realidade.

 
Para acessar o CV do autor, clicar em seu nome no início deste artigo.
Para contatá-lo, clique aqui.
 
Artigos publicados deste autor(a)
 
Sustentabilidade na Carreira
 
Desligamento de Executivos: do tabu à oportunidade de desenvolvimento
 
Planejamento e Gestão de Carreira
 
Luzes sobre o bem - o verdadeiro Marketing Pessoal
 
   
     
  Busca por especialidade  
 
 
     
 
       
  Busca por autor  
 
Para listar todos os autores, clique em "buscar" sem preencher nada.
 
   
       
 
 
Dúvidas
Caso tenha alguma dúvida ou gostaria de obter maiores informações, basta utilizar um dos canais disponíveis abaixo:

 
 
 
 
     
   
     
       
 
Dino Mocsányi - In Memoriam
Conselho de Administração
 
Tatiana Mocsanyi Kassardjian
Turismo e Hotelaria
 
Marcelo Miyashita
Marketing / Publicidade
 
José Antonio Purcino
Jornalismo / Comunicação
 
Marcos Wunderlich
Coaching / Mentoring
 
André Luiz de Freitas
Gestão de Pessoas - RH
Especialistas do Portal

O conteúdo e retaguarda técnica
são validados pelo melhores
especialistas do mercado
em cada área.
     
Entre em contato conosco:
developed by MDF Tecnologia
 
  ©1996/2019 - Mocsányi Assessoria Ltda. | Todos os direitos reservados.

Endereço

Calçada das Anêmonas, 176 - Centro Comercial
Alphaville - Barueri / São Paulo
06453-005
Tel.: 11 4195 2286 / 11 94715 7546

Horario de Atendimento
Segunda a Sexta das 08 às 18hs