Boa tarde, seja bem vindo(a) Visitante | faça o seu Login ou Cadastre-se Grátis
O Portal Consultores é focado no apoio técnico e metodológico, treinamento, interatividade, informações, ferramentas e serviços para profissionais independentes, consultores, coaches e palestrantes, constituindo desde 1990, a maior comunidade mundial destes profissionais em países de idioma português, com 68.400 participantes neste momento.
Especialidade para pesquisa
no Portal
Faça parte da comunidade
Consultores
     
 
Artigo
 
Governo Deve Combater o Tabagismo Aumentando o Preço do Cigarro!
07/03/2015 - por Reinaldo Domingos

Vem ocorrendo a diminuição do número de fumantes, segundo o Ministério da Saúde, entre 1989 e 2004, o consumo per capita de cigarros no país caiu 32%. Entretanto, o número de pessoas que possui esse vício no Brasil ainda é grande. Mas como combater esse mal?

A melhor forma de combater os problemas que o cigarro causa para a saúde física é mexer com outra saúde, a financeira, com o aumento no custo desse produto.

Esse ato deve partir do Governo, com o aumento da taxação de impostos nesse produto. Apesar dos impostos serem abusivos no país, nesse caso eles seriam um mal necessário, com o dinheiro extra conseguido sendo usado para investir na saúde e em novas políticas de combate ao tabagismo, com distribuição de medicamento para que as pessoas parem de fumar.

A conta é simples, se os impostos fizerem com que aumentem o valor do cigarro em R$3,00, um fumante que consome dois maços de cigarro por dia gastará a mais, por mês, R$180,00. Esse aumento de custo no orçamento mensal das pessoas com certeza fará com que muitos repensem sobre a importância de manter esse vício.

Infelizmente, com os preços atuais poucas pessoas se dão conta do risco financeiro que proporciona. É lógico que esse risco é muito menor do que os físicos, entretanto, não podemos negar que esse impacto reflita na economia diária do viciado e, aumentando o valor do produto, todos sentirão esse impacto.

Uma forma de vermos a importância de parar de fumar para a economia de uma pessoa é analisar que, com os preços atuais do cigarro, se uma pessoa consumidora de um maço por dia parar de fumar, economizar e investir esse valor (R$ 2,75) diariamente, ao final de 20 anos esta pessoa terá R$ 81.613,57 e ao fim de trinta anos terá R$ 288.334,54.

Isso sem que contemos os gastos que um fumante terá nesse período com problemas de saúde, ocasionado pelo cigarro, e da perda de rendimento no trabalho em função do cansaço que esse vício proporciona.

O ato de fumar não faz só com que o viciado perca dinheiro, o tabagismo gera uma perda mundial de 200 bilhões de dólares por ano, sendo que a metade dela ocorre nos países em desenvolvimento. Este valor, calculado pelo Banco Mundial, é o resultado da soma de vários fatores, como o tratamento das doenças relacionadas ao tabaco, mortes de cidadãos em idade produtiva, maior índice de aposentadorias precoces, aumento no índice de falta ao trabalho e menor rendimento produtivo.

Isso é, o cigarro também faz com que os governos tenham menos dinheiro para investir em outras áreas da saúde, o que garantiria uma maior longevidade à toda população.

 
Para acessar o CV do autor, clicar em seu nome no início deste artigo.
Para contatá-lo, clique aqui.
 
Artigos publicados deste autor(a)
 
Como Não Fazer do Carro o Motivo de Dívidas
 
Casamento: Como Planejar a Vida Financeira do Casal
 
A Educação Financeira é a Forma de Combater Qualquer Crise
 
Como Utilizar Cursos de Finanças de Forma Correta
 
Os Cuidados na Hora de Realizar o Sonho da Casa Própria
 
Diferenças Econômicas nas Escolas Devem ser Tratadas com Cuidado
 
Cartão de Crédito: um Aliado ou Inimigo?
 
Educação Financeira Minimiza Consequências do Crédito Consignado
 
Educação Financeira e a Melhoria no Ambiente de Trabalho
 
Balada: o Bom é Curtir com Moderação
 
Férias: Como Sair e Voltar sem Dívidas?
 
Como Fugir dos Juros
 
Carteira de Estudante: Use com Cuidado!
 
Aumento no IPI dos Veículos: Veja Cuidados na Hora da Comprar
 
Como se Planejar para a Copa do Mundo
 
Empreendedorismo e Metodologia de Educação Financeira: Qual a Relação?
 
Aproveite o Carnaval sem se Endividar
 
13 Orientações para Fazer de 2014 o Ano da Educação Financeira
 
Cartão Pré-pago: Ótima Opção, Desde que se Tenha Educação Financeira
 
Escrituração Contábil: Ter ou Não Ter?
 
Leasing: Vantagens e Desvantagens
 
Crédito Consignado Cresce Assustadoramente
 
Menos Bebidas Representa Mais Dinheiro!
 
A Queda dos Juros e a Necessidade do Consumo Consciente
 
Feche sua Empresa Corretamente
 
Orientações para um Casamento Feliz Financeiramente!
 
Cartão de Débito: Cuidados Necessários
 
Aprender a Investir para Prazos Maiores é uma Necessidade
 
Jovens Sofrem com Falta de Educação Financeira
 
A Necessidade da Inclusão da Educação Financeira nas Escolas
 
A Melhor Aplicação Depende de seu Sonho
 
A Importância de Preparar os Colaboradores para a Aposentadoria
 
Aposentadoria pelo INSS? Vantagens e Desvantagens
 
Como as Empresas Podem Superar Brigas Entre Sócios e Herdeiros
 
Financiar os Estudos Pode Ser um Bom Investimento
 
   
     
  Busca por especialidade  
 
 
     
 
       
  Busca por autor  
 
Para listar todos os autores, clique em "buscar" sem preencher nada.
 
   
       
 
 
Dúvidas
Caso tenha alguma dúvida ou gostaria de obter maiores informações, basta utilizar um dos canais disponíveis abaixo:

 
 
 
 
     
 
 
 
     
       
 
Almir Rizzatto
Jornalismo / Comunicação
 
Ernesto Haberkorn
Desenvolvimento de Negócios
 
Marcelo Miyashita
Marketing / Publicidade
 
Tatiana Mocsanyi Kassardjian
Turismo e Hotelaria
 
André Luiz de Freitas
Gestão de Pessoas - RH
 
Marcos Wunderlich
Coaching / Mentoring
 
Reinaldo Domingos
Finanças
Especialistas do Portal

O conteúdo e retaguarda técnica
são validados pelo melhores
especialistas do mercado
em cada área.
     
Entre em contato conosco:
developed by MDF Tecnologia
 
  ©1996/2021 - Mocsányi Assessoria Ltda. | Todos os direitos reservados.

Endereço

Calçada das Anêmonas, 176 - Centro Comercial
Alphaville - Barueri / São Paulo
06453-005
Tel.: 11 4195 2286 / 11 94715 7546

Horario de Atendimento
Segunda a Sexta das 08 às 18hs