Boa tarde, seja bem vindo(a) Visitante | faça o seu Login ou Cadastre-se Grátis
O Portal Consultores é focado no apoio técnico e metodológico, treinamento, interatividade, informações, ferramentas e serviços para profissionais independentes, consultores, coaches e palestrantes, constituindo desde 1990, a maior comunidade mundial destes profissionais em países de idioma português, com 68.400 participantes neste momento.
Especialidade para pesquisa
no Portal
Faça parte da comunidade
Consultores
     
 
Artigo
 
Férias: Como Sair e Voltar sem Dívidas?
18/02/2015 - por Reinaldo Domingos

Muitas famílias que queriam viajar durante as férias de julho e com a recente disparada do dólar já perceberam que pode não ser o momento, isto pode ser um sinal para repensar antes de viajar e correr o risco de se endividar. Férias é um sonho pessoal e familiar, não se deve deixar de tê-las, mas é preciso evitar que este sonho se transforme em um pesadelo, por isso todo cuidado é pouco.

Nós brasileiros temos hábitos de curtir as férias de julho e dezembro, mas não temos o hábito e costume de poupar para que possamos curtir com tranquilidade estas férias. O que fazer então? Sair ou não sair de férias?  É necessário sempre planejar os compromissos e saber o que fará nas próximas férias com uma antecedência de pelo menos de 6 a 18 meses, dependendo da viagem e dos gastos.

É fundamental ainda que procure programas e destinos turísticos compatíveis com a renda. Com isso saberá quanto gastar e elaborará um roteiro dentro dessa realidade, isso, é claro, deve ser definido junto com a família, explicando os motivos das limitações dos gastos. Outro grande problema a ser salientado são os riscos que se tem em caso de utilização de cartões de débitos e de créditos, muitas vezes ao utilizar o cartão de débito não temos saldo em conta corrente e neste caso estará utilizando o limite do cheque especial. Cuidado com ‘gasto agora depois dou um jeito’. O uso descontrolado terá como efeito o endividamento com juros altos.

Outro ponto a ser observado são as contas de telefones, é muito comum ligar para parentes e amigos para falar como está a viagem e tudo mais, esta conta pode ficar muito cara, seja objetivo ou mande apenas torpedos e mensagens. Férias não podem ser encaradas como despesas e sim como um grande investimento.

Segue abaixo algumas orientações para quem quer fazer a viagem com sucesso:

  1. Antes de reunir a família para conversar sobre o sonho da viagem de férias é preciso saber em que situação financeira a família se encontra (endividado, equilibrado financeiramente ou poupador);
  2. Após definido o quanto pode investir para o sonho de férias é necessário reunir a família para planejar, inclua as crianças para que crie um clima bacana;
  3. Uma vez definidas as preferências de lugares, hora de pesquisar na internet e depois gastar sola de sapado, buscando junto às operadoras de viagens os melhores pacotes e vantagens, lembre-se de consultar se tem milhas em seu cartão de crédito, isso pode ajudar a diminuir sensivelmente o custo das passagens;
  4. Procure dar os passos de acordo com as condições, é preciso lembrar que muitas foram as famílias que por não planejar financeiramente ao retornar de suas férias tiveram seus sonhos transformados em pesadelos por se endividarem e até chegando à inadimplência;
  5. Se for viajar dentro do país de carro, faça uma revisão do mesmo, verifique documentação, seguro, somente dirija se estiver em boas condições físicas;
  6. Chamo a atenção para pacotes econômicos com pagamentos antecipados, o grande cuidado é pesquisar a operadora de viagem para saber de sua saúde financeira, consultar os órgãos de consumidores para atentar-se quanto a reclamações sobre a mesma;
  7. Caso vá viajar para fora do país é fundamental que se adquira a moeda estrangeira daquele país, 80% em cartão pré-pago, 20% em dinheiro em espécie. Caso tenha vários familiares, faça com que todos tenham seus cartões com os limites já pré-estabelecidos e combine que este é o valor de sua cota, oriente quanto dá para cada dia, assim se for criança ou jovem saberão de seus limites;
  8. Levar no máximo dois cartões de créditos, com vencimentos próximos e posteriores a data da viagem, lembre-se de informar a operadora de cartões para que saiba que estará fora do país durante o período;
  9. Evite utilizar o cartão de crédito em caso de viagem fora do país, pois, quando do pagamento terão a conversão da moeda e um custo de 6,38% de IOF (Imposto sobre Operações Financeiras), também se assegure de ter um seguro viagem;
  10. Qualquer que seja a viagem, do total do valor gasto deverá levar uma reserva de 30% à 50% a mais, lembro que imprevistos e surpresas como passeios de última horas, presentes, lembranças, sempre acontecem. Caso tenha encomendas para trazer, procure sempre receber o dinheiro antes de quem encomendou.
 
Para acessar o CV do autor, clicar em seu nome no início deste artigo.
Para contatá-lo, clique aqui.
 
Artigos publicados deste autor(a)
 
Como Não Fazer do Carro o Motivo de Dívidas
 
Casamento: Como Planejar a Vida Financeira do Casal
 
A Educação Financeira é a Forma de Combater Qualquer Crise
 
Como Utilizar Cursos de Finanças de Forma Correta
 
Os Cuidados na Hora de Realizar o Sonho da Casa Própria
 
Diferenças Econômicas nas Escolas Devem ser Tratadas com Cuidado
 
Cartão de Crédito: um Aliado ou Inimigo?
 
Governo Deve Combater o Tabagismo Aumentando o Preço do Cigarro!
 
Educação Financeira Minimiza Consequências do Crédito Consignado
 
Educação Financeira e a Melhoria no Ambiente de Trabalho
 
Balada: o Bom é Curtir com Moderação
 
Como Fugir dos Juros
 
Carteira de Estudante: Use com Cuidado!
 
Aumento no IPI dos Veículos: Veja Cuidados na Hora da Comprar
 
Como se Planejar para a Copa do Mundo
 
Empreendedorismo e Metodologia de Educação Financeira: Qual a Relação?
 
Aproveite o Carnaval sem se Endividar
 
13 Orientações para Fazer de 2014 o Ano da Educação Financeira
 
Cartão Pré-pago: Ótima Opção, Desde que se Tenha Educação Financeira
 
Escrituração Contábil: Ter ou Não Ter?
 
Leasing: Vantagens e Desvantagens
 
Crédito Consignado Cresce Assustadoramente
 
Menos Bebidas Representa Mais Dinheiro!
 
A Queda dos Juros e a Necessidade do Consumo Consciente
 
Feche sua Empresa Corretamente
 
Orientações para um Casamento Feliz Financeiramente!
 
Cartão de Débito: Cuidados Necessários
 
Aprender a Investir para Prazos Maiores é uma Necessidade
 
Jovens Sofrem com Falta de Educação Financeira
 
A Necessidade da Inclusão da Educação Financeira nas Escolas
 
A Melhor Aplicação Depende de seu Sonho
 
A Importância de Preparar os Colaboradores para a Aposentadoria
 
Aposentadoria pelo INSS? Vantagens e Desvantagens
 
Como as Empresas Podem Superar Brigas Entre Sócios e Herdeiros
 
Financiar os Estudos Pode Ser um Bom Investimento
 
   
     
  Busca por especialidade  
 
 
     
 
       
  Busca por autor  
 
Para listar todos os autores, clique em "buscar" sem preencher nada.
 
   
       
 
 
Dúvidas
Caso tenha alguma dúvida ou gostaria de obter maiores informações, basta utilizar um dos canais disponíveis abaixo:

 
 
 
 
     
 
 
 
     
       
 
Ernesto Haberkorn
Desenvolvimento de Negócios
 
Tatiana Mocsanyi Kassardjian
Turismo e Hotelaria
 
Reinaldo Domingos
Finanças
 
Marcos Wunderlich
Coaching / Mentoring
 
Marcelo Miyashita
Marketing / Publicidade
 
Almir Rizzatto
Jornalismo / Comunicação
 
André Luiz de Freitas
Gestão de Pessoas - RH
Especialistas do Portal

O conteúdo e retaguarda técnica
são validados pelo melhores
especialistas do mercado
em cada área.
     
Entre em contato conosco:
developed by MDF Tecnologia
 
  ©1996/2021 - Mocsányi Assessoria Ltda. | Todos os direitos reservados.

Endereço

Calçada das Anêmonas, 176 - Centro Comercial
Alphaville - Barueri / São Paulo
06453-005
Tel.: 11 4195 2286 / 11 94715 7546

Horario de Atendimento
Segunda a Sexta das 08 às 18hs